Faça sua pesquisa:

Ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal: o que você precisa saber!

+

Os exames são muito importantes para o monitoramento da saúde, e alguns apresentam um resultado mais preciso do que outros. Esse é o caso da ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal, que é muito comum de ser solicitada pela sua alta exatidão de diagnóstico.

Infelizmente, muitas mulheres ainda se sentem perdidas por não entenderem como é realizada, e como se preparar para a consulta. Por isso, esse artigo traz um manual de cuidados que devem ser seguidos antes, durante e depois do procedimento! Continue com a gente!

O que é a ultrassonografia transvaginal e o que ela pode diagnosticar?

O ultrassom transvaginal é um exame capaz de analisar possíveis anormalidades no sistema reprodutor feminino, através de imagens de ótima qualidade do útero, colo do útero, ovários, trompas e canal vaginal.

Ao contrário do que se imagina, ele é feito de forma não invasiva e pode diagnosticar gravidez ectópica, câncer, cistos, infecções, endometriose e irregularidades na vagina. Quando feitos durante a gravidez,  examinam a placenta, reconhecem indícios de aborto e monitoram os batimentos cardíacos do bebê.

Em que situações a ultrassonografia transvaginal é indicada?

A ultrassonografia transvaginal é solicitada por um ginecologista quando há alguma suspeita de complicação nos órgãos reprodutores da mulher – como cistos no ovário, tumores no útero, endometriose e gravidez ectópica – após feito o exame físico.

A paciente também pode ser encaminhada para o ultrassom quando há sintomas de doenças, como dores pélvicas e irregularidades na menstruação, para exames nas primeiras semanas de gestação ou verificar a posição do Dispositivo intrauterino (DIU).

Quando e por que é necessário o preparo intestinal?

A ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal é solicitada pelo médico quando é  preciso identificar a presença (ou não) de endometriose – seja no ovário, nas tubas uterinas ou no intestino – e até mesmo para localizar possíveis lesões endometrióticas profundas ou infiltradas.

A limpeza intestinal deve ser feita para reduzir os resíduos do intestino – principalmente os que estiverem presentes no reto e no cólon sigmóide – a fim de melhorar a visualização das imagens produzidas no ultrassom.

Como se preparar para a ultrassonografia transvaginal?

Para realizar o ultrassom transvaginal, algumas ações devem ser seguidas para o preparo intestinal ser feito de forma correta e aumentar a precisão dos resultados. Para ajudar, separamos o que deve ser feito em cada período.

1. Na véspera do exame

Deve-se seguir uma dieta pastosa. Evite vegetais folhosos, gordura, leite e derivados e alimentos integrais. Boas opções para as refeições são alimentos cozidos, – filé de peixe, frango, batata, cenoura e chuchu – arroz branco, água de coco, gelatina e sucos de frutas.

Alguns médicos recomendam medicamentos laxantes para auxiliar na limpeza intestinal, mas isso varia conforme o objetivo do exame. Se for indicado, o ginecologista irá passar a quantidade e o modo de consumo adequado, não se preocupe!

2. No dia do exame

É necessário um jejum mínimo de 4 horas antes de realizar o ultrassom. Se o horário do transvaginal for no período da tarde, o café da manhã pode ser tomado normalmente, mas atente-se para cumprir o tempo certo sem alimentação.

Em alguns casos, é indicado que se faça enema duas horas antes do exame, mas isso não é regra! Converse com o seu ginecologista e siga à risca as recomendações para que o exame seja feito da maneira adequada ao seu caso.

3. Durante o exame

Procure ir com roupas leves e que facilitem a exposição da região avaliada, e não esqueça de levar o pedido do ginecologista. Em alguns casos é solicitado para estar com a bexiga cheia, e ele pode ser feito durante o período menstrual.

O procedimento é realizado por via transvaginal, e é comum que o médico utilize um gel no transdutor que será inserido na vaginal para aumentar o conforto. É um processo sem dor, sem necessidade de anestesia e o tempo de duração varia de 20 a 30 minutos.

4. Depois do exame

Após realizado o exame, basta aguardar os resultados para retornar ao ginecologista, que irá analisar e concluir se há complicações em algum dos órgãos examinados. Se for o caso, o profissional irá guiá-lo ao tratamento da melhor forma possível.

Onde realizar este exame com segurança?

O exame pode ser feito em clínicas de diagnóstico por imagens. Mas antes é preciso passar por uma consulta ginecológica, que recomendará o procedimento. Na Clinifemina, você pode fazer as duas coisas!

Em nossa equipe, temos ginecologistas preparados para cuidar da saúde, e sempre que solicitado, o ultrassom transvaginal pode ser realizado aqui mesmo, de forma confortável e segura! Muito mais prático para a sua rotina!

Entre em contato com a nossa equipe, ou agende sua consulta por esse site! Nossa equipe está preparada para te atender! Estamos à sua espera!

Publicado por:
Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit elementum vel risus eu placeratuis molestie vitae quam quis commodo.
Share

Posts relacionados

+